quarta-feira, 20 de março de 2013

ENTREVISTA COM REITORA DA UFAC


Resolvi republicar uma entrevista que fiz em 2011 com a Drª. Olinda Batista Assmar, que na época era a reitora da Universidade Federal do Acre - UFAC, tendo em vista que logo estarei abordando o tema tratado com a mesma. Naquele ano o estado do Acre vivia uma nova realidade para quem estaria disposto a ingressar na UFAC, por virtude da adoção do uso das provas do ENEM para a entrada dos candidatos em nossa Universidade Pública. 
Segue abaixo o conteúdo da entrevista.
visaolivre.net
Hoje se fala que a mudança ocorrida no vestibular da UFAC se deu por causa dos problemas enfrentados nos processos anteriores realizados pela instituição. qual o motivo real desta mudança?

Olinda Batista
Não foi devido aos problemas, pois problema há em todo vestibular e até no ENEM. Esta é uma proposta nacional que nós já tentávamos entrar desde o ano passado, praticamente todas as universidades já utilizam este processo. A UFAC optou pelo ENEM sem entrar no SISU, ou seja, utilizar as provas do ENEM mas com uma metodologia de avaliação nossa.

visaolivre.net
Esta mudança é definitiva?

Olinda Batista
Não, nós entramos para uma experiência, como algumas universidades que entraram pela metade, com processo diferenciado.

visaolivre.net
Foi possível observar as vantagens e desvantagens deste novo processo?

Olinda Batista
Ainda não, quando nós recebermos as provas e que fizer um estudo estatístico das pessoas que estão entrando na universidade hoje é que vamos poder dizer algo.

visaolivre.net
As inscrições para o processo do vestibular 2011 deveriam ser feitas uma no site do ENEM e outra inscrição no site da UFAC, por qual razão?

Olinda Batista
Se nós tivéssemos entrado no SISU, apenas receberíamos o resultado do ENEM, mas optamos por utilizar as provas com nossa metodologia de avaliação para priorizar a nossa região, como foi percebido que nós tivemos inscritos em primeiro lugar aqui do Acre, segundo Rondônia, depois Ceara e Goiânia.

visaolivre.net
Quanto ao processo de avaliação, está sendo pensado em fazer algo como na metodologia do ENEM em que se avalia não apenas os acertos mas também o grau de dificuldade destes acertos entre outras coisas?

Olinda Batista
Não, nós temos um manual em que se tem o peso determinado de cada matéria e que nós iremos seguir de acordo com a nossa metodologia já utilizada nos vestibulares anteriores.

visaolivre.net
E quando teremos o resultado final destas provas?

Olinda Batista
Primeira semana de janeiro.

Postar um comentário